Nutrição Clínica

Como evitar o reganho de peso após emagrecimento?

O sucesso da perda de peso é definido como perda de 7 a 10% do peso inicial em 6 meses e manutenção da perda de 5-6% do peso inicial por no mínimo 1 ano. Poucos estudos avaliam o sucesso na manutenção da perda de peso em longo prazo, definida como no mínimo 5kg por no mínimo 5 anos, e este sucesso parece ocorrer em apenas 20% dos indivíduos1.

O maior desafio do tratamento da obesidade é a manutenção da perda de peso em longo prazo no ambiente obesogênico da atualidade, ainda mais considerando as adaptações metabólicas que acompanham o emagrecimento2. Estudo recente mostrou que as adaptações hormonais continuam por no mínimo um ano após redução inicial do peso, e incluem aumento da grelina, que estimula o apetite, e redução da colecistoquina e peptídio YY, que promovem a saciedade. Ainda, há uma termogênese adaptativa com redução da taxa metabólica basal e alteração na sinalização de dopamina, a qual resulta em aumento do desejo de alimentos gordurosos após a perda de peso3

 

Diversos estudos descreveram fatores associados com sucesso da manutenção da perda de peso, que podem ser sintetizados em4-9

 

1) Praticar atividade física regular, em geral acima de 200 minutos por semana;

2) Não dispensar o café da manhã; 

3) Manter padrão alimentar constante e com baixa densidade calórica; 

4) Aderir a estratégias como resistir ao comportamento de recompensa; 

5) Reduzir o consumo de bebidas açucaradas;

6) Se pesar com frequência e colocar um peso máximo que, se atingido, conduza para plano alimentar mais severo.

 

É fundamental para o sucesso da perda de peso e da manutenção desta perda que as estratégias nutricionais aplicadas sejam individualizadas de acordo com as preferências alimentares de cada paciente e a sua capacidade de aderir a determinada dieta. 

1 – Wing RR, Plhelan S. Long-term weight loss maintenance. Am J Clin Nutr 2005;82:222-5. 
2- Thom G, Lean M. Is there an optimal diet for weight management and metabolic health? Gastroenterology 2017;152(7):1739-51. 
3 – Evert AB, Franz MJ. Why weight loss maintenance is difficult. Diabetes Spectr 30(3):153-6. 
4 - Wing RR, JO H. Successful weight loss maintenance. Annu Rec Nutr 2001;21:323-41
5 - James OH, Thompson MA, Wyatt H. Weight maintance: what´s missing?
6 - Wing RR, Phelan S. Long-term, weight loss maintenance. Am J Clin Nutr 2005;82:222-5. 
7 - Remafe A, Farmer A, Eccles KA, McCargar L. Helathy strategies for successful weight loss and weight maintanance: a systematic reviwe. 
8 - Brockmeyer P, simon JJ, Becker A, Friedrich HC. Reward-related decision making and long-term weight loss maintenance. Physiol Behav 2017;81:69-74. 
9 – Karimi G, Azadbakht L, Haghighatdoost F. Low energy density diet, weight loss maintenance, and risk of cardiovascular diseade following a recente weight reduction program: A randomized control trial. J Res Med Sci. 2016;21:32.