Nutrição Funcional

Cafeína e Seus Efeitos no Emagrecimento

 

Cafeína é uma substância presente em mais de 60 espécies na natureza, pode ser encontrada nas sementes de café, folhas de chá verde, cacau, guaraná, erva-mate e cola.

 

A cafeína age principalmente no sistema nervoso. Dentre os vários mecanismos de ação no organismo que ela proporciona, destacamos o antagonismo aos receptores de adenosina, que age como redutor da frequência cardíaca, da pressão arterial e temperatura corporal, inibindo a noradrenalina.

 

Ao ingerir e metabolizar cafeína, efeitos antagonistas a adenosina ocorrem, estimulando uma maior liberação de noradrelina, tendo efeitos estimuladores de frequência cardíaca, pressão arterial, temperatura corporal e aumento da lipólise (quebra de células de gordura). Além disso, age aumentando a secreção de lipase, enzima que mobiliza o transporte das células de gordura para utilizar como fonte de energia.

 

O efeito de lipólise pela cafeina, é limitado a 5%, sendo a alimentação equilibrada a melhor via para objetivo de emagrecimento, se aliados, podem gerar excelentes resultados.

 

É importante estar atento a dosagem de cafeína, esses efeitos benéficos ao corpo, estão relacionados a doses entre 200 mg e 300 mg. Um consumo superior a 400mg está relacionado a sintomas como: ansiedade, inquietação, irritabilidade, tremores, perda de apetite, tensão muscular e palpitações no coração.

 

Protocolos de suplementação de cafeína são diversos, o mais comum recomenda ingerir 60 minutos antes de realizar a atividade física, porem foram encontrados bons resultados também entre 30-15 minutos antes.

 

Efeitos adversos foram encontrados quando ingerida durante o exercício, afetando o balanço hídrico, promovendo maior perda de agua e diminuindo a performance

 

Fique atento. A melhor forma de emagrecer com saúde é tendo acompanhamento de um nutricionista.