Nutrição Infantil

Biscoito recheado – um dos grandes vilões das prateleiras

 

Ele está presente no lanche da maioria das crianças, mas também são os favoritos de muitos adultos por aí. Com sabor atraente os biscoitos recheados conseguiram conquistar os consumidores do mundo todo, porém, os nutricionistas indicam que é preciso diminuir o consumo do alimento, pois além de engordar, o consumo de biscoito recheado em exagero pode ser bastante prejudicial para sua saúde.

 

Estamos falando de um produto de doçaria confeccionado à base de farinha, açúcar e uma emulsionante, que pode ser leite ou uma gordura. O nome provém de um tipo de doce feito com pedaços de bolo que são novamente colocados no forno, para se tornarem mais crocantes, por sua baixa concentração de água e umidade nunca superior a 5% (a do leite em pó, por exemplo, é 3%), e também pela malha de glúten, em termos moleculares um polímero orgânico, cuja principal característica é a capacidade de retenção de gases durante a cozedura.

 

O consumo de somente duas unidades de biscoitos recheado de diversas marcas significa a ingestão de 10% da dose diária recomendada de gordura saturada. Por ser um alimento voltado para o público infantil, a quantidade é exagerada. Além de ser necessário um controle rígido no consumo de gordura saturada, a gordura trans também deve ser evitada. O ideal é um produto livre dela, situação que só encontramos em um terço dos biscoitos.

Devido ao alto teor de carboidrato e sódio, esse tipo de produto pode causar sensação de inchaço, tem alto teor de gorduras trans (essa gordura aumenta o prazo de validade do produto), a qualidade dessa gordura, pode aumentar o colesterol ruim e diminuir o bom. O carboidrato representado pela farinha branca, que está na formulação de todas as bolachas, com ou sem recheio são pobres em fibras, o ingrediente causa efeitos como aumento de peso e prisão de ventre.

 

Um pacote tem o equivalente a cerca de mil calorias, então é bom comer com moderação. Além do aumento de peso, favorece o surgimento de doenças crônicas devido a grande quantidade de gordura e radicais livres em sua composição.

A Pró-teste, Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, avaliou a fórmula de 18 marcas de biscoitos recheados de chocolate vendidas no Brasil. A pesquisa demonstrou que muitas marcas abusam na quantidade de gordura saturada e outras na de gordura trans presente nas guloseimas.

O problema não é só o consumo desse produto, mas é que muitas crianças, e até adultos, abusam do lanche. Para se ter uma idéia, um pacote com 12 biscoitos recheados possui, em média, mais da metade do total de calorias que uma criança de 5 anos deveria consumir durante todo o dia. Muita gente ingere mais de mil calorias apenas durante meia hora, comendo biscoitos recheados em frente à televisão ou ao computador.

Fique atento ao que você está consumindo, os efeitos prejudiciais a sua saúde vão surgir a longo prazo e se associado a outros fatores, podem se tornar irreversíveis.